Imprimir

Moradores reclamam de mau cheiro nas imediações da ETE Jarivatuba

Câmara de Vereadores de Joinville

A Comissão de Urbanismo recebeu nesta terça-feira (14) moradores do Paranaguamirim, que reclamam de mau cheiro nas proximidades da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Jarivatuva. A Companhia Águas de Joinville (CAJ) prometeu a solução com a entrega da nova ETE Jarivatuba, que está sendo construída ao lado da que já está em funcionamento. Os vereadores marcaram uma visita ao local para dia 21, às 9 horas.

Câmara de Vereadores de Joinville
Luana Pretto observa, enquanto Udson Viera faz sua explanação. Foto de Mauro Arthur Schlieck

A Comissão de Urbanismo recebeu nesta terça-feira (14) moradores do Paranaguamirim, que reclamam de mau cheiro nas proximidades da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Jarivatuva. A Companhia Águas de Joinville (CAJ) prometeu a solução com a entrega da nova ETE Jarivatuba, que está sendo construída ao lado da que já está em funcionamento. Os vereadores marcaram uma visita ao local para dia 21, às 9 horas.

De acordo com o presidente do Conselho de Segurança (Conseg) do Paranaguamirim, Udson José Vieira, o cheiro é insuportável. Os moradores estão vendendo seus imóveis abaixo do preço de mercado, "porque não há como viver lá”, afirmou.

A presidente da Águas de Joinville, Luana Pretto, afirmou que a nova ETE do Jarivatuba será entregue no segundo semestre de 2019. Segundo Luana, a estação em funcionamento opera por processo biológico de lagoas de estabilização, que tem a emissão de gás metano em seu processo, o que causa o mau cheiro.

Já a nova estação, de acordo com a presidente da CAJ, será mais moderna, com sistema de tratamento com bactérias aeróbias, que não produz odor. Sobre suposto descarregamento de dejetos por veículos de outros municípios, Luana afirmou que a área da ETE conta com vigilância, mas que ainda não havia sido comunicada a respeito.

Ao reproduzir nossas informações, pedimos a gentileza de citar como fonte "Divisão de Jornalismo CVJ". Acompanhe nossas notícias aqui no site e em facebook.com/cvjtv.

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou uma mensagem no WhatsApp (47) 98873-7517.