Imprimir

Moradores cobram prazos e obras

Representantes da Associação de Moradores do bairro Jardim Sofia (AMJS), localizado na zona norte de Joinville, estiveram na Câmara para reivindicar melhorias na região. Nesta tarde, em reunião conjunta das Comissões de Saúde e Urbanismo, os membros da AMJS discutiram os problemas de infraestrutura com representantes da Prefeitura. Os vereadores Roberto Bisoni, Tânia Eberhardt e Adilson Mariano, membros da Comissão de Saúde e Lauro Kalfels, Juarez Pereira, João Rinaldi, Alodir Cristo e Jucélio Girardi, membros da Comissão de Urbanismo, mediaram o encontro contribuindo com ideias e se colocando à disposição da comunidade. O vereador Joaquim dos Santos também participou da reunião.

Na opinião de Adelir Buzil, presidente da Associação, os principais problemas são a falta de ciclovias, áreas de lazer e pavimentação asfáltica. Visão compartilhada com Ivo da Cruz, morador do bairro, que denunciou, através de fotos, o despejo de lama num campo de futebol de areia do bairro. Os moradores também cobraram prazos por parte da Prefeitura com relação à entrega de obras e novos investimentos, em especial os definidos pelo Orçamento Participativo.

Adelir Stolf, da Secretaria de Planejamento, afirmou que as obras da futura praça do bairro não estão paralisadas. Segundo Adelir, as chuvas que castigaram a cidade prejudicaram o aterramento do terreno. Para ele, o ideal é que não chova por duas semanas na cidade para agilizar o processo de aterramento. Caso isso ocorra, em dois meses a obra é entregue. Outro desejo da comunidade é a implementação de ciclofaixas. A faixa destinada para uso exclusivo dos ciclistas está em fase de estudo técnico por parte do Instituto de Pesquisa e Planejamento (Ippuj). A área de abrangência da ciclofaixa tem o piso irregular, passando do asfalto ao paralelepípedo, o que gera dificuldades técnicas. Foi dado o prazo de três meses para a entrega do projeto e a apresentação do mesmo aos moradores.

A organização dos moradores na busca por seus direitos, exercitando a democracia foi enaltecida pelos vereadores. Francisco de Assis, presidente da Conurb, destacou a luta dos moradores e a agilidade da Câmara no trato da situação. Defendeu a manutenção das Academias da Melhor idade e a expansão desse serviço. Atualmente a cidade conta com 32 academias. Os vereadores se comprometeram em acompanhar as obras da Prefeitura e cobraram transparência nos prazos dados para a execução. A próxima reunião da Comissão de Saúde será no dia 13/04, às 15h. Já a Comissão de Urbanismo volta a se encontrar no dia 06/04, às 16h.{jcomments on}