Imprimir

James frequenta oficina sobre acessibilidade

Joinville foi escolhida pelo governo federal, como a única representante da Região Sul a participar do Projeto Cidade Acessível é Direitos Humanos. O Comitê Gestor do Projeto está realizando uma Oficina de Qualificação em Acessibilidade. Nesta sexta-feira, dia  primeiro, será realizado o quarto módulo desta oficina, iniciada no último dia 14, com palestras do arquiteto Mário Cezar da Silveira.

Nos módulos anteriores, foram ministrados cursos que trataram de conceitos e definições, barreiras na acessibilidade, rotas acessíveis, vivência, entre outros. No tema vivência, os participantes utilizaram equipamentos usados por portadores de necessidades especiais, como cadeiras de rodas, muletas, andadores e ainda simulações de dificuldades encontradas por deficientes visuais.

Andando pelas ruas, os participantes, além de sentirem as dificuldades de mobilidade, tomaram conhecimento de vários pontos que realmente são críticos para acessibilidade. Participam do evento: fiscais, técnicos, engenheiros, secretários e outros funcionários da municipalidade. Do Poder Legislativo, freqüenta a oficina o vereador James Schroeder, que prioriza nos seus projetos, indicações e moções a questão da acessibilidade. Entre vários aspectos vivenciados na prática, o vereador James Schroeder destacou:

É impressionante como a mínima irregularidade do solo atrapalha e exige esforço de quem usa a cadeira. Quem se locomove normalmente, não tem a noção da dificuldade.