Imprimir

Roberto Bisoni cobra providências da prefeitura

Com imagens e discurso de “abandono” do patrimônio público, vereador desabafa

O vereador Roberto Bisoni surpreendeu na sessão desta terça-feira, dia 2, ao utilizar o sistema eletrônico da Câmara de Vereadores de Joinville, para mostrar imagens do local onde funciona a escola têxtil municipal e da unidade conhecida por “vaca mecânica” de extração de leite de soja, no bairro Comasa, completamente tomadas por mato alto.

Ele considerou a situação como um “completo estado de abandono por parte da Prefeitura e do prefeito Carlito Merss”. Como se não bastasse, afirmou o vereador, as imagens mostram o mato invadindo o passeio do imóvel e também os arredores, pátio e passeio da Secretaria Regional do bairro.

Enquanto isso os funcionários ficam jogando baralho, o que é uma vergonha, denunciou Bisoni.

O político fez questão de afirmar que enquanto ocupou o cargo de secretário regional, em administrações passadas, sempre procurou primar pelo patrimônio público, com resposta aos cidadãos. Revelou estar decepcionado com o estado de abandono por parte da atual administração municipal.

Incisivo, Bisoni cobrou providências e também dos vereadores integrantes da bancada do PT, que dão sustentação política para o Poder Executivo na Câmara. Apesar das imagens e do discurso do reclamante, os demais vereadores da base aliada do prefeito mantiveram-se em silêncio diante dos fatos.{jcomments on}