• Sessão Especial 26/02
  • Eleições Câmara Mirim
  • Siga a CVJ nas redes sociais

Líderes comunitários buscam apoio na Câmara

A Câmara de Vereadores é a caixa de ressonância da sua comunidade. Em Joinville, mais do que nunca, isso está sendo uma máxima. Diariamente, o presidente da casa, vereador Odir Nunes, recebe inúmeras pessoas solicitando apoio para que reivindicações de melhorias em seus bairros, em suas ruas, no trânsito, nas escolas e creches do bairro sejam realizadas. Na manhã de hoje, Odir, juntamente com o secretário de Infraestrutura, Ariel Pizzolatti e o deputado estadual Darci de Matos atenderam vários líderes comunitários para dar encaminhamento às suas solicitações. Com as presenças do prefeito de Campo Alegre, Vilmar Grosskop e do vereador José Odorico, o Zezão, Odir voltou a insistir na reedição do convênio de parceria entre os dois municípios que visa a conservação e manutenção da Estrada das Laranjeiras, sendo que cabe a Joinville a cessão de máquinas, equipamentos, material e mão-de-obra, além da fiscalização. Esta reivindicação já tinha sido feita por Odir Nunes, junto a Pizzolatti em 17 de fevereiro, passado, pois o prazo do convênio anterior já expirou em 2004 e a estrada está praticamente intransitável. O secretário comprometeu-se em agilizar o processo para remeter à prefeitura de Campo Alegre.

Melhorias no Parque Guarani

O bombeiro Daniel Boroski, presidente da Associação de Moradores do Jardim das Oliveiras e João Fernandes Dias, no Parque Guarani, juntamente com Suely da Rosa, Cleusa Furtado Ranzani e Silvia de Souza pediu solução para vários (veja quadro abaixo) problemas vividos pelos moradores de sua comunidade. Pizzolatti lembrou que está na Agência de Fomento do estado de Santa Catarina S.A. (Badesc) um convênio no valor de R$ 10 milhões para serem investidos em pavimentação de ruas chamadas de “corredor de ônibus”, que permitirá novos itinerários. Darci de Matos fez contato com a direção da agência e foi informado que o convênio está em análise para liberação dos recursos. Sobre a destinação dos dejetos de esgoto do complexo penal que, em dias fortes chuvas causam transtornos aos moradores do Parque Guarani, Darci vai buscar solução na Secretaria de Estado da Justiça, responsável pelos presídios. Sobre o problema das valas e bocas de lobo, Pizzolatti vai buscar solução com a Secretaria Regional do bairro.

Trânsito está caótico no Fátima

Com João Dejair Cardoso, o Cereja, Augusto Deotto e Paulo Raitz, que integram a Associação de Moradores do Bairro Fátima, o principal assunto a ser tratado foi trânsito como, falta de faixas de segurança, repinturas de faixas, na rua Guanabara com Padre Augusto, Miosotes, Passo Fundo e na principal rua do bairro a Fátima. Colocação de meio-fio na rua Miosotes e destinar um guarda municipal nas imediações do terminal Itaum, para orientar e desafogar o trânsito nos horários de pico, períodos que a trafegabilidade vira um verdadeiro caos. Foi definido que os assuntos referentes ao trânsito Odir Nunes tratará com Francisco Assis Nunes, presidente da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville (Conurb). Os líderes comunitários pediram iluminação para o pontilhão da rua Passo Fundo e sugeriram a elaboração de um projeto para uma ponte ligando as ruas Anemonas, com Solimões que permitirá um binário com saída na rua Graciosa. Sugestão que será encaminhada a Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (IPPUJ).

Líder comunitária apela por alvará

O apelo feito por Caurenice Melo Miranda, liderança do Condomínio Bavária, localizado em Pirabeiraba, demonstra a dificuldade que as pessoas que precisam de alvarás encontram nas diversas repartições da prefeitura de Joinville. Ela procurou o presidente da Câmara de Vereadores, Odir Nunes para intervir junto a Secretaria de Infraestrutura pois os moradores do condomínio precisam concluir obras de drenagem e colocação de tubos mas dependem do documento. Diante do manifesto da líder, o secretário Ariel Pizzolatti comprometeu-se em agilizar o trâmite pois entende a importância da reinvindicação.

Segurança no Centreventos e entorno

Antiga reivindicação dos moradores do entorno do Centreventos Cau Hansen, da comunidade escolar do Colégio Germano Timm, usuários e funcionários do Hipermercado Big e Giassi e do Centro Hospitalar da Unimed é o policiamento na rua Orestes Guimarães e adjentes, estendendo-se ao pátio dos fundos do centreventos. De acordo com Walter Carmello Zoccolo e Meiri Diojines, ambos da direção da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, Jonir Aparecida Ramos Brizo e representante do colégio, a falta de iluminação no pátio do centreventos transformou o local em um “motel das estrelas”, pelo número de veículos que ali param todas as noites e a quantidade de preservativos e lixo deixado pelo chão, causando constrangimentos as pessoas que por ali passam. Além do prédio abandonado de onde funcionava o ex-Colégio Objetivo que foi transformado em local para consumo de drogas e atentados violento ao pudor, pois são constantes as aparições de drogados nus. Odir Nunes comprometeu-se em levar o assunto ao conhecimento do comando do 8º BPM, enquanto Pizzolatti tratará da iluminação.

Costa e Silva e Iririú reivindicam melhorias

Adalberto Engelmann e Deoclésio Nunes, líderes do bairro Costa e Silva, e José Everaldo de Souza, do bairro Iririú procuraram o presidente do legislativo para solicitar pavimentação de ruas. No Costa e Silva os representantes dos moradores pediram para que a rua Nelson Rodrigues, com 180 metros e onde muitos já estão, inclusive pagando pela benfeitoria, seja asfaltada. O secretário Pizzolatti informou que estava sendo até uma coincidência, pois a obra inicia na próxima semana. Enquanto que, José Everaldo de Souza lembrou que também a rua Arco Íris, de 200 metros, no bairro Iririú também está na fila para ser asfaltada, “mas a fila não anda”, reclamou. Isso que 90% dos moradores aderiram ao termo para a pavimentação que foi feita em 2007. Também reclamou da falta da averbação da Servidão Guilherme Leoni, no mesmo bairro, onde os moradores precisam fazer muros e outras melhorias, mas sem o processo de averbação pronto não conseguem. Pizzolatti comprometeu-se em agilizar os pleitos.{jcomments on}

Eventos da semana nacional dos museus na CVJ

A Câmara de Vereadores receberá dois eventos da 9ª semana de museus. O evento ocorre entre os dias 16 e 22 de maio. O tema deste ano é “Museu e Memória”.

A Semana Nacional de Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), é uma oportunidade para museus de todo o Brasil promoverem eventos sobre um mesmo tema e se integrarem, intensificando suas relações com a sociedade.

A Fundação Cultural de Joinville (FCJ) é responsável pela organização do evento na cidade. Durante a programação semanal, a CVJ abrigará dois seminários. O primeiro deles é “Desafios da Política Pública de Gestão de Documentos”, que acontece no dia 16 de maio, das 9 às 12h. Na terça-feira, dia 17, acontece Colóquios Patrimoniais “Memórias Urbanas: a arqueologia histórica em evidência. Ambos os eventos acontecem no Plenarinho da Câmara. As palestras são abertas ao público. Outras informações com a FCJ.

Presidente esteve no Tribunal de Contas do Estado

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes esteve, na tarde de hoje, no Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis. Odir e Lademir Schatzmann, chefe de gabinete, foram recebidos pelo presidente do órgão, Luiz Roberto Herbst. O encontro, de carater oficial, teve por objetivo aproximar a Câmara de Joinville com o Tribunal de Contas, que é o orgão fiscalizador do Poder Legislativo joinvilense. Cabe ao Tribunal de Contas auxiliar o Poder Legislativo no controle e na fiscalização da aplicação dos recursos públicos. O parlamentar fez uma ampla explanação sobre as medidas de economia que têm sido adotadas pela CVJ, assim como as formas que estão sendo utilizadas para  investir os recursos destinados ao legislativo em melhorias para toda a comunidade. Odir encontrou com o prefeito de Caçador, Ilmar Rocha, e aproveitou para presenteá-lo com um exemplar do livro “Da Comuna aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville”, também o presidente do Tribunal recebeu um exemplar da obra literária que resgata a história da cidade e seus poderes constituídos.{jcomments on}

PT promove debate sobre reforma política

O Partido dos Trabalhadores de Joinville, através da bancada do partido, promovem nesta próxima sexta-feira (13), às 19:30 horas, no Átrio da Câmara de Vereadores, um debate sobre a reforma política, com a presença de grandes lideranças petistas, inclusive da esfera nacional. O ciclo de debates será coordenado por Gilberto Carvalho, Ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República e ex- Ministro Chefe de Gabinete de Lula.

Além de ter ajudado a fundar o Partido dos Trabalhadores, Gilberto é ligado à Pastoral Operária (movimento da Igreja Católica) e graduado em filosofia, com especialização em gerenciamento público.

Texto da Assessoria do vereador Belini Meurer.

Comissão de Finanças quer resolução para situação da Ajocedi na segunda-feira. E sem falta

Por Felipe Faria.

Em uma reunião acalorada nesta tarde, a maioria dos vereadores da Comissão de Finanças, oposicionistas ao prefeito Carlito Merss, bateu o martelo: ou a Prefeitura resolve a situação da Associação Joinvilense dos Centros de Educação Domiciliar Infantil (Ajocedi), ou se manifesta oficialmente pelo fim do convênio com a entidade, expressando os motivos para tanto.

Este foi o quarto encontro dos vereadores Jucélio Girardi, Joaquim Alves do Santos, Zilnety Nunes, Patrício Destro (os oposicionistas) e Belini Meurer (único governista da comissão) para tratar do assunto. A expectativa era a de que a diretoria da Ajocedi traria a boa-nova sobre as pendências na prestação de contas. Leia mais sobre o assunto, clicando aqui e também aqui.

Isso, de fato, ocorreu. Mas, segundo o assessor técnico da entidade, Edson Oliveira, agora, um novo impasse surgiu. Com as contas da associação em dia, a Prefeitura estaria apta a remeter para a Câmara um projeto de lei para validar um novo convênio. A proposta da Ajocedi, segundo a presidente Analie dos Santos, era manter os valores do ano passado – R$ 170 por criança de zero a três anos, em turno integral, e R$ 138 para crianças de quatro e cinco anos, em turno integral – e para o total de crianças do ano passado, ou seja, 2.078 crianças.

Só que no ofício em que solicita às secretarias de Planejamento e Fazenda a revalidação do convênio, o secretário de Educação, Marcos Aurélio Fernandes, requereu apenas 1.700 vagas. Para Analie dos Santos, esta redução de 378 vagas face ao que era praticado em 2010 será prejudicial às creches. Segundo afirmou a presidente, pela falta de subsídios, algumas já estão vendendo bens móveis para se sustentarem.

Nenhum representante da Prefeitura compareceu à reunião desta tarde, o que frustrou as cerca de 30 proprietárias de creches que prestigiaram a reunião. A expectativa delas era sair do encontro com um acordo. Em função disso, o presidente da Comissão de Finanças, vereador Jucélio Girardi, convocou para segunda-feira, às 14h, reunião extraordinária na qual será feita a discussão derradeira.

Jucélio avisa:

“Ou a Prefeitura manda seus representantes à Câmara para explicar a real situação, ou vamos todos os vereadores – porque isso já não é mais assunto só desta comissão – mais todos os representantes das 64 creches associadas à Ajocedi cobrar providência imediatas”.

Foto de Sabrina Seibel

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br