• A gente faz
  • Sessão Solene
  • Sessão Especial
  • Siga a CVJ nas redes sociais
Imprimir
PDF

Estudo de impacto deve minimizar consequências do binário do Vila Nova

Tânia Eberhardt encaminha proposta apelando ao executivo a realização de medidas preventivas com relação à obra do Binário do Bairro Vila Nova. Atitude visa evitar que novos problemas ocorram e que os já existentes (como as frequentes cheias) se agravem ainda mais.

Um estudo de impacto deve evitar que o Binário do Bairro Vila Nova traga consequências negativas para os moradores da região. É isso que propõe a Vereadora Tânia Eberhardt (PMDB) através da Moção protocolada no Legislativo.

A preocupação da parlamentar é com as mudanças climáticas que vem ocorrendo no planeta, e principalmente com as frequentes cheias que assolam a cidade. “O objetivo é evitar que a operacionalização da obra cause o mesmo impacto da Rodovia do Arroz, como é o caso do conjunto habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, que está em processo de construção no bairro”, analisa a líder da bancada do PMDB.

Ela ainda complementa: “Existe ainda a necessidade de se pensar na adequação da infraestrutura, para dar acompanhamento e continuidade à execução da obra do binário, de forma a não causar impactos futuros, com a problemática das cheias”. Tânia argumenta que esse trabalho é de extrema prioridade, e que deve ser feito pelo executivo municipal como medida preventiva e aprimoramento da obra.

O pedido foi potencializado pela Vereadora dado as consequências das últimas enxurradas que afetaram o Bairro Vila Nova. Pontes foram levadas, pedras rolaram morro abaixo levando consigo tudo que encontravam no caminho, tubulações arrebentaram provocando alagamentos e outras se fizeram, mais uma vez, necessárias para conter a fúria das águas e evitar que ela invadisse casas trazendo medo, sofrimento e prejuízos financeiros incalculáveis para muita gente.

Com este novo cenário que se instala no bairro, somando também o congestionamento do trânsito, a Vereadora apela para que o executivo faça um estudo de impacto no local da obra do binário e adjacências para que o Rio Águas Vermelhas não venha a represar e prejudicar os moradores do entorno.

"Nossa missão é tomar medidas preventivas de forma a resguardar a população e o poder público das sequelas que eventualmente possam ocorrer", finaliza a Vereadora.{jcomments on}

Redigiu: Priscilla Milnitz - Assessora de Gabinete Vereadora Tânia

Imprimir
PDF

Fundação Cultural visita a Câmara

Para falar sobre projetos da Fundação Cultural de Joinville (FCJ) e tombamentos de imóveis considerados históricos que possuem forte relação com as tradições culturais da cidade o presidente da Câmara de Joinville, vereador Odir Nunes recebeu, na tarde de hoje, o presidente da FCJ, Silvestre Ferreira, o arquiteto Raul Walter da Luz, coordenador do Patrimônio Histórico e Elizabete Tamanini, gerente de Patrimônio Cultural da fundação. Na oportunidade Raul falou sobre o projeto Roteiro Nacional da Imigração e que a FCL possui hoje 475 imóveis cadastrados no Patrimônio Histórico. Odir Nunes falou o projeto de digitalização do arquivo morto da câmara que encontra-se em fase de implantação e que vai facilitar as pesquisas e consultas da população porque será informatizado. O parlamentar entregou um exemplar do livro “Da Comuna aos Tempos atuais: a história do legislativo de Joinville" para ser anexado à biblioteca da FCJ.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Escola premiada na área rural recebe livro

A biblioteca de mais duas escolas da área rural de Joinville enriqueceu seus acervos, na manhã de hoje, ao receber das mãos do presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, exemplares do livro “Da Comuna aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville”. Na Escola Municipal Hermann Müller, na Estrada Palmeiras, na localidade de Rio Bonito, onde estudam 70 alunos, o parlamentar acompanhou uma explanação feita pela diretora Silvane Aparecida Silva sobre um projeto educacional de interação do aluno a natureza iniciado há oito anos e que já rendeu nobres espaços na imprensa internacional, como no jornal espanhol El País, quem em janeiro deste ano destacou a forma diferenciada de ensino onde a criança se sente parte integrada do espaço onde vive e não como se fosse dono do espaço. E para isso a escola disponibiliza canteiros onde os estudantes podem plantar e depois pesquisar e estudar sobre a planta, além de manter o “Bosque de Leitura”, com árvores frutíferas, flores e folhagens. Para surpreender ainda mais a diretora apresentou o “Jardim Encantado” contemplado com uma mandala com diversos tipos de Hemerocallis (lírio), orquidário construído com material de construção da demolição de um clube local e um jardim cujas primeiras letras dos respectivos nomes formam o alfabeto. A escola tem também uma sala de aula ao ar livre com ervas e plantas medicinais e o painel “Árvore da Família” com fotos dos alunos e familiares que formam uma árvore. Além da diretora também recepcionaram Odir Nunes,a funcionária Sirlene Bineck e as professoras Silvia Maria da Silva, Rosiney Bianchi e Gislaine Cristina Krelling. De acordo com Silvane no próximo dia 20 a escola estará recebendo um prêmio da Unilever, fabricante de produtos de higiene pessoal e limpeza, alimentos e sorvetes,pelo projeto e o selo “Aqui se Aprende Pela Experiência”. Durante a Feira do Livro, Leonardo Boff, teólogo e filósofo, visitou a escola e enalteceu a exitosa iniciativa das professoras.

Escola Otto Ristow Filho

Professoras, funcionárias e a diretora Patrícia Maria de Oliveira da Escola Municipal Otto Ristow Filho, na localidade de Rio Bonito, receberam das mãos do presidente da Câmara de Vereadores, vereador Odir Nunes um exemplar do livro “Da Comuna aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville”, destinado à biblioteca do estabelecimento escolar. 156 alunos de 1º ao 5º e uma turma do 2º período estudam nos horários matutino e vespertino. A diretora agradeceu a doação e disse que será extrema valia para os estudantes que, através de pesquisas, terão oportunidade conhecer melhor a história de Joinville. O parlamentar enalteceu a disciplina existente na escola e lembrou que a obra resgata a memória, e destaca a cultura, a educação e a cidadania dos joinvilenses.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Odir se reúne com idosos do Aventureiro

Mais de 60 integrantes da terceira idade do bairro Aventureiro reuniram-se, na tarde de hoje, nas dependências da igreja Senhor Bom Jesus, com o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes. Na oportunidade o parlamentar convidou o grupo para visitar o legislativo e colocou as instalações, como o plenarinho, à disposição para que eles possam realizar reuniões, palestras e eventos. Ele aproveitou para lembrar os presentes do encontro que está sendo organizado pela União Joinvilense da Terceira Idade (Ujeti) para acontecer na Sociedade Rio da Prata “e que vocês devem participar”, reforçou Odir. Ele lembrou ainda que, foi em 1990, quando ocupava o cargo de secretário Municipal do Bem-Estar Social, que implantou a “carteirinha do idoso” com validade para todas as pessoas com 60 anos.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Recursos financeiros

No mês de abril, a Câmara de Vereadores recebeu 11 correspondências sobre a liberação de recursos do Ministério da Saúde. Os recursos financeiros do Fundo Nacional da Saúde estão em cumprimento com o art 1º da lei nº 9.452/1997. Foram liberados R$ 200 mil para o fundo municipal de saúde do município para a construção do aguardado Centro de Controle de Zoonoses. Recursos na ordem de R$ 77 mil para o setor de oncologia também consta nas correspondências. Essas informações encontram-se no sítio www.fns.saude.gov.br ou através do 0800 644 8001.

Recursos Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal comunica a liberação de R$ 393 mil destinados a Companhia Águas de Joinville, referente à parcela do Contrato nº 228.629-02, assinado em 20/02/2008, no âmbito do Programa Saneamento para Todos, modalidade abastecimento de água.

Conurb

A Companhia para o Desenvolvimento e Urbanização de Joinville encaminhou ao legislativo municipal as demonstrações contábeis de 2010 e 2009 e relatório dos auditores independentes. O documento é público e pode ser acessado diretamente na Companhia ou na CVJ (Suporte Legislativo).

Fundamas

A Fundação Municipal Albano Schmidt também encaminhou documentação referente a prestação de contas do mês de fevereiro. Visite o site www.fundamas.com.br ou entre em contato pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br