• Sessão Especial 30/05/2018
  • Transparência
  • Audiência Pública

Servidores participam de treinamento

Para melhorar o ambiente de trabalho e integrar os funcionários comissionados e de carreira, foi realizado na manhã desta sexta-feira, dia 10, no plenário da Câmara de Vereadores, o treinamento comportamental “A arte de transformar menos em mais”. O palestrante Dalmir Sant´Anna, apresentou, para um grande público, noções do comportamento humano e trabalho em equipe. “Temos que nos adaptar ao ambiente de trabalho”. Para Dalmir, sempre devemos tentar surpreender de forma positiva às pessoas a nossa volta.

A palestra foi iniciativa do presidente do legislativo, vereador Odir Nunes. Na ocasião, Odir apresentou todos os diretores da Câmara e suas respectivas funções. Chamou atenção para os investimentos que foram feitos no setor de comunicação para garantir mais visibilidade aos trabalhos dos vereadores. Além do novo site, Odir quer os trabalhos do legislativo sendo divulgados nas rádios e emissoras de TV.

Confio na equipe de comunicação. Ela será nosso carro-chefe na divulgação dos trabalhos, ressaltou o presidente.

{jcomments on}

Comunidade do Rio Bonito cobra segurança

Os recentes assaltos e arrombamentos ocorridos na área rural de Joinville assustaram os moradores do Rio Bonito, região localizada no Distrito de Pirabeiraba. Insatisfeitos com o policiamento na região e temerosos com o futuro, um grupo de moradores agendou uma conversa com o presidente do Poder Legislativo, vereador Odir Nunes. Na noite desta quinta-feira, dia 10, o vereador, que reside na localidade, organizou um encontro em sua residência entre os morados e o tenente-coronel Edivar Antônio Bedin, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar.

Na oportunidade, os moradores falaram de suas angústias e cobraram ronda extensiva, especialmente nos finais de semana. Também relataram que está aumentando o número de pequenos delitos, como os arrombamentos e furtos em casas e no comércio. Para Bedin, a região é considerada segura. Ele credita a ação dos marginais ao uso das drogas, com destaque para o crack. Bedin citou programas da Polícia Militar, como o "Pós-crime", implementado em junho de 2007, com a finalidade de amparar as vítimas de roubo.

Segundo dados da PM/SC, entre os meses de junho a dezembro de 2010, Joinville teve 86 casos de roubo, número considerado baixo pelo comandante da corporação na cidade. O tenente-coronel destacou que Joinville conta com apenas seis viaturas e 25 policiais militares, por isso a importância da comunidade em denunciar movimentações suspeitas para serem devidamente investigadas. A expectativa é que após a "Operação Verão", que vai até o dia cinco de março, o plantel da PM seja fortalecido.

Para o vereador Odir Nunes, o encontro foi ímpar, pois não é todo dia que “podemos saborear um diálogo entre a comunidade e um tenente-coronel”. Bedin destacou o que ele considera algumas “regras de cuidado”, como por exemplo, a aquisição de um cão de guarda, a instalação de alarme e, se possível, câmeras de vigilância. Odir espera que após o encontro, as idéias e sugestões sejam colocadas em prática.{jcomments on}

Projetos com pareceres contrários da Comissão de Legislação são arquivados

A pauta de votações desta quinta-feira foi esvaziada rapidamente. Três projetos de leis figuraram no Diário da Câmara, mas, com pareceres contrários da Comissão de Legislação, os vereadores não tiveram muito o que discutir.

Uma das proposições, do vereador Adilson Mariano, o PL 156/2006, pedia a inclusão dos valores à vista e a prazo nos contratos de compra e venda de bens imóveis. A comissão entendeu improcedente a matéria, porque o Código de Defesa do Consumidor já disciplina o assunto.

Depois, foi a vez do Projeto de Lei 7/2010 (em anexo ao PL31/2010), do vereador Juarez Pereira, ter sua tramitação encerrada sem sucesso. O texto pedia a criação de um programa de combate à obesidade nas escolas públicas municipais. A Comissão de Legislação anotou vício de legalidade, porque a matéria criaria despesas ao Poder Executivo, condição vetada ao Poder Legislativo na Lei Orgânica.

O último projeto apreciado na sessão de hoje foi o de número 239/2010, do vereador Jucélio Girardi, que visava à execução de testes de glicemia na rede pública municipal de saúde. A Comissão de Legislação não deu provimento à ideia de Girardi também pela criação de gastos a outro poder constituído.

De acordo com o Regimento Interno da Câmara, um projeto de lei, quando recebe parecer contrário da Comissão de Legislação, somente pode prosperar se este parecer for derrubado em plenário. Caso contrário, é arquivado. Se o parecer contrário é de uma comissão de mérito (Legislação analisa apenas a legalidade), então nem a possibilidade de derrubada existe: somente é feita a leitura do documento e a matéria é arquivada.{jcomments on}

Definidos novos membros da "CPI dos Móveis"

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga supostas irregularidades no Pregão 291/2009 da Prefeitura Municipal de Joinville voltará a se reunir amanhã, às 10h, na Sala das Comissões, depois da definição dos novos membros. Com a eleição de Odir Nunes e Osmari Fritz para cargos da Mesa Diretora, a comissão ficou desfalcada.

Mas, na sessão desta quinta-feira, a vereadora Zilnete Nunes aceitou indicação da presidência da Câmara para compor o grupo. Como o PMDB indicara o vereador Jucelio Girardi no lugar de Osmari Fritz, o presidente da CPI dos Móveis, vereador Juarez Pereira já tratou de dar continuidade aos trabalhos. A expectativa é que o novo relator seja escolhido amanhã e um novo cronograma seja definido.{jcomments on}

DOS GABINETES: “Minha Casa, Minha Vida” do Jardim Iririú é encaminhado à relatoria

Na primeira reunião da comissão de Urbanismo, Obras, Serviços Públicos e Meio Ambiente do ano de 2011, um projeto de grande importância para o município retornou à pauta de discussões: O PL 45/2010, que autoriza o poder executivo a doar áreas de terras de sua propriedade, no bairro Jardim Iririú, ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), administrado pela Caixa Econômica Federal, para a construção de moradias via projeto Minha Casa Minha Vida.

O vereador João Rinaldi (PT) foi designado relator do projeto, e não medirá esforços para viabilizar a sua aprovação: A área de 41 metros quadrados fica na rua Anita Maciel de Souza, e comporta dois conjuntos de apartamentos, com aproximadamente 300 unidades cada.

Na explicativa do projeto, o prefeito Carlito Merss e o secretário de Habitação, Alsione Gomes Filho, relatam a preocupação que o município tem em combater o déficit habitacional, que hoje é de 13 mil moradias, assegurando o direito de dignidade de muitas famílias que há anos aguardam na fila de espera. Também justifica a necessidade de oportunizar as famílias de baixa renda para evitar o risco de ocupações irregulares de imóveis públicos e privados. Famílias com renda de zero à três salários serão os contemplados com as moradias.{jcomments on}

Colaborou Vanessa Passos

 

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br