• Outorga Onerosa
  • Sessão Especial
  • WhatsApp
  • Sessão Solene
Imprimir
PDF

Parlamentares participam de reunião no Quiriri

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, o vereador James Schroeder, primeiro-secretário da mesa diretora, vereador Roberto Bisoni, o deputado estadual Darci de Matos e Eduardo Schroeder da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), e mais de 50 pessoas, entre líderes da comunidade e moradores, participaram de um encontro, na noite de quinta-feira, dia 31. Na Escola Professor Honório Saldo, na Estrada Quiriri, foi discutido as prioridades e melhorias para a localidade. Entre as necessidades elencadas pelos moradores estão a continuação da pavimentação da Estrada Quiriri, que encontra-se irregular em vários trechos, além da extensão da energia elétrica e do trajeto do transporte escolar. As famílias que residem no outro lado da ponte baixa solicitaram a construção de uma ponte pênsil, mas com cabeceira de concreto para dar mais segurança e durabilidade. Os políticos se comprometeram em encaminhar as reivindicações para análises e viabilização de recursos para que as melhorias possam ser executadas, dentro da maior brevidade possível.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Seis projetos passam pela sessão desta quinta-feira

Por Felipe Faria.

Mais seis projetos de leis foram aprovados na sessão desta quinta-feira, na Câmara de Vereadores de Joinville. São três denominações de praças e três créditos adicionais suplementares.

Hoje, teve desfecho também – com a leitura em plenário – o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito que apurou indícios de irregularidades no Pregão 291/2009 da Prefeitura Municipal de Joinville, que tratava da aquisição de móveis escolares para a Secretaria Municipal de Educação. A peça agora será encaminhada aos órgãos determinados no artigo 70 do Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Joinville.

Os projetos aprovados estão relacionado abaixo, com seus respectivos temas:

  • PL 1/2011 – Denomina praça pública Antônio Reinert;
  • PL 2/2011 – Denomina praça pública Antônio da Rosa;
  • PL 7/2011 – Denomina praça pública Alidio Pohl;
  • PL 32/2011 – Abre crédito adicional suplementar no Ipreville de R$ 1,35 milhão, anulando dotação da Câmara de Vereadores;
  • PL 34/2011 – Abre crédito adicional suplementar de R$ 89 mil na Secretaria de Assistência Social com recurso oriundo da Secretaria Nacional de Direitos Humanos;
  • PL 39/2011 – Are crédito adicional suplementar de R$ 380 mil na Fundamas, com transferência dos recursos do Fundo de Meio Ambiente.

{jcomments on}

Imprimir
PDF

Funcionária recebe livro

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, recebeu nesta tarde a funcionária Norma Sueli de Souza, que foi despedir-se por estar se ausentado do trabalho. Após seis anos atuando na Câmara, ela alegou motivos particulares para interromper sua carreira profissional, mas não descartou retornar após um período. O parlamentar agradeceu a dedicação da funcionária e lembrou que para os abnegados a casa sempre estará com as portas abertas. Norma recebeu do presidente um exemplar do livro “Da Comuna aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville”.

Imprimir
PDF

Mães reclamam de condições físicas de escola

Por Felipe Faria.

Duas mães de alunos da Escola Municipal Prefeito Baltazar Buschle entregaram aos vereadores Dalila Rosa Leal e Alodir Alves de Cristo, em reunião da Comissão de Educação nesta tarde um relatório com imagens e dados sobre as condições físicas da unidade educacional do Parque Guarani, zona sul da cidade. O documento revelou problemas que estariam colocando em risco de acidentes pais, alunos e professores.

Grasiela Cunha e Geovânia Michels disseram que a escola tem apenas dois anos de funcionamento e apresenta diversas rachaduras em paredes e na quadra esportiva, que já foi interditada. As mães denunciaram a inoperância dos elevadores para os portadores de deficiência física e desníveis nas calçadas e lajotas.

Além disso, reclamaram de infiltrações e de um vazamento de esgoto que teria obrigado a Associação de Pais e Professores (APP) a despender cerca de R$ 5 mil de orçamento próprio para o conserto. Mas a acusação mais grave das duas mães estaria ocorrendo fora do horário de aula. Segundo relataram aos vereadores, crianças estariam brincando dentro da caixa d’água nos finais de semana de sol e calor. Elas pediram seguranças no local para instruir a garotada.

A vereadora Dalila Rosa Leal (observando o relatório na foto), presidente da Comissão de Educação, solicitará esclarecimentos ao secretário de Educação, Marcos Aurélio Fernandes. Será expedido também um ofício ao correligionário do prefeito para que intervenha junto à empresa que executou a obra para que faça os reparos necessários e, principalmente, reembolse a APP integralmente naquilo que porventura tenha gastado. A comissão deve retomar o assunto na próxima reunião ordinária, daqui a duas semanas.

{jcomments on}

Imprimir
PDF

Moradores cobram prazos e obras

Representantes da Associação de Moradores do bairro Jardim Sofia (AMJS), localizado na zona norte de Joinville, estiveram na Câmara para reivindicar melhorias na região. Nesta tarde, em reunião conjunta das Comissões de Saúde e Urbanismo, os membros da AMJS discutiram os problemas de infraestrutura com representantes da Prefeitura. Os vereadores Roberto Bisoni, Tânia Eberhardt e Adilson Mariano, membros da Comissão de Saúde e Lauro Kalfels, Juarez Pereira, João Rinaldi, Alodir Cristo e Jucélio Girardi, membros da Comissão de Urbanismo, mediaram o encontro contribuindo com ideias e se colocando à disposição da comunidade. O vereador Joaquim dos Santos também participou da reunião.

Na opinião de Adelir Buzil, presidente da Associação, os principais problemas são a falta de ciclovias, áreas de lazer e pavimentação asfáltica. Visão compartilhada com Ivo da Cruz, morador do bairro, que denunciou, através de fotos, o despejo de lama num campo de futebol de areia do bairro. Os moradores também cobraram prazos por parte da Prefeitura com relação à entrega de obras e novos investimentos, em especial os definidos pelo Orçamento Participativo.

Adelir Stolf, da Secretaria de Planejamento, afirmou que as obras da futura praça do bairro não estão paralisadas. Segundo Adelir, as chuvas que castigaram a cidade prejudicaram o aterramento do terreno. Para ele, o ideal é que não chova por duas semanas na cidade para agilizar o processo de aterramento. Caso isso ocorra, em dois meses a obra é entregue. Outro desejo da comunidade é a implementação de ciclofaixas. A faixa destinada para uso exclusivo dos ciclistas está em fase de estudo técnico por parte do Instituto de Pesquisa e Planejamento (Ippuj). A área de abrangência da ciclofaixa tem o piso irregular, passando do asfalto ao paralelepípedo, o que gera dificuldades técnicas. Foi dado o prazo de três meses para a entrega do projeto e a apresentação do mesmo aos moradores.

A organização dos moradores na busca por seus direitos, exercitando a democracia foi enaltecida pelos vereadores. Francisco de Assis, presidente da Conurb, destacou a luta dos moradores e a agilidade da Câmara no trato da situação. Defendeu a manutenção das Academias da Melhor idade e a expansão desse serviço. Atualmente a cidade conta com 32 academias. Os vereadores se comprometeram em acompanhar as obras da Prefeitura e cobraram transparência nos prazos dados para a execução. A próxima reunião da Comissão de Saúde será no dia 13/04, às 15h. Já a Comissão de Urbanismo volta a se encontrar no dia 06/04, às 16h.{jcomments on}

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br