• WhatsApp
Imprimir
PDF

Exército comemora seu dia e homenageia militares

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes representou o legislativo nas comemorações do Dia do Exército Brasileiro, ocorridas na manhã de hoje, no 62º Batalhão de Infantaria, oportunidade em que foram homenageados 11 militares por tempo de serviços prestados as Forças Armadas (ver quadro). O político acompanhou o desfile da tropa perante o comandante, tenente-coronel Marcelo Pacheco e a leitura da ordem do dia. Para o parlamentar, é um dever cívico do cidadão brasileiro ter orgulho das Forças Armadas e, no caso de Joinville do “nosso batalhão”, pelos relevantes serviços que tem prestado à comunidade.

MILITARES AGRACIADOS COM COMENDA DO EXÉRCITO

Medalhas

Homenageados

Justificativa

Militar Prata José Luiz Barbosa Deina 15 anos de serviços
Militar Bronze Capitão Doniwilker Jesus de Oliveira, Sgt Ruben Renato Honorato da Silva 10 anos de serviços
Corpo Tropa Bronze Sgts David Moreira de Oliveira e Ruben Renato Honorato da Silva 10 anos de serviços com a tropa
Corpo Tropa Prata Subtenentes Olamir da Costa Isquierdo e Claudemir Rodrigues de Lima, e Sgt Elson Antônio Ribeiro 15 anos de serviços com a tropa
Corpo Tropa Ouro Subtenentes Paulo Pezzutti, Antonio Carlos da Silva e Sgt Sérgio Adriano da Rosa 20 anos de serviços com a tropa
Mérito Aeroterrestre Sgt Aracíbio da Paixão Júnior Bons serviços prestados na Brigada de Infantaria Paraquedista

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Radialista recebe livro da história do Legislativo

O radialista Osman Lincoln, da Rádio Clube de Joinville, visitou o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, na tarde de segunda-feira, dia 18, oportunidade em que colocou à disposição do parlamentar seu programa “Show da Manhã” para divulgação de informações do legislativo. “O papel social do rádio é grande e temos o discernimento de que nossa responsabilidade tem a mesma dimensão, por este motivo é nosso dever abrir espaços para que a comunidade fique sabendo das ações do legislativo como Poder e representação da sociedade”, disse Lincoln. Para Odir Nunes o gesto do radialista reflete sua credibilidade e justifica a sua grande audiência. Ao final do encontro o parlamentar entregou um exemplar do livro “Da Comuna aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville”.{jcomments on}

Foto: Nilson Bastian

Imprimir
PDF

Vereadores participam dos 152 anos de Pirabeiraba

Os vereadores Odir Nunes (presidente da Câmara de Joinville), Jucelio Girardi, Manoel Francisco Bento, Alodir Cristo, Mauricio Peixer e José Cardozo representaram o legislativo participando das comemorações dos 152 anos do Distrito de Pirabeiraba, área rural, a 15 quilômetros do centro de Joinville, em dois eventos marcantes das festividades, no final de semana: o jantar “Você Faz Parte Dessa História” e no Stammtisch. Durante o jantar, realizado na sexta-feira, no Restaurante Gute Küche, mais de 90 pessoas foram homenageadas e receberam uma placa de agradecimento por serviços prestados ao distrito. É a primeira vez que é realizado o evento e entre os agraciados estavam professores, representantes do Poder Judiciário e da segurança pública, líderes comunitários, políticos, agricultores, comerciantes, empresários e outros profissionais liberais, da iniciativa privada e pública.

Os vereadores José Cardozo, Odir Nunes e Alodir Cristo enalteceram a iniciativa e afirmaram ser um justo reconhecimento para aqueles que ajudam no desenvolvimento do distrito que também já é considerado um pólo industrial de Joinville. No sábado, Odir Nunes, Maurício Peixer, Manoel Bento e Jucélio Girardi marcaram presença no Stammtisch, o encontro de amigos de Pirabeiraba, festa que agregou mais cinco mil pessoas, mais de 40 barracas onde equipes preparam o melhor da gastronomia da região, regado a muito chope. Os vereadores encontraram-se com inúmeras lideranças da localidade, o senador Paulo Bauer, o secretário de Estado da Educação Marco Antônio Tebaldi, o deputado estadual Darci de Matos, lideranças, agricultores e amigos.{jcomments on}

Fotos: Nilson Bastian

Imprimir
PDF

Odir Nunes visita Companhia Águas de Joinville

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, esteve na manhã de hoje realizando uma visita de cortesia ao presidente da Companhia Águas de Joinville, Luiz Alberto de Souza. Oportunidade em que colocou a Tribuna Livre, nas quartas-feiras, a disposição da companhia para fazer um balanço das atividades e das metas das ações que estão sendo desenvolvidas na cidade. Para Luiz Alberto, é importante essa aproximação entre o Poder Legislativo e as repartições públicas do município e disse que a recíproca será a ida da companhia na câmara para prestigiar os vereadores.{jcomments on}

Foto: Nilson Bastian

Imprimir
PDF

Odir com a comunidade pesqueira

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, participou na manhã de hoje, de uma reunião com presidentes de 14 Colônias de Pescadores da região Nordeste do Estado e com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca (SEAP), João Rodrigues e o deputado estadual Darci de Matos. Na oportunidade, o presidente da Federação dos Pescadores do Estado de Santa Catarina (Fepesc), Ivo da Silva, também da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, reclamou da falta de políticas públicas mais específicas para o setor da pesca artesanal catarinense que está resultando numa série de problemas cujos desfechos poderão trazer fortes prejuízos para este setor da economia. Para o secretário da SEAP, o seu compromisso é religar o setor pesqueiro a secretaria que desde a última quinta-feira, oficialmente passou a ser também da Pesca e que, diante dos problemas existentes tem que iniciar a busca das soluções imediatamente. Para iniciar, João Rodrigues solicitou aos representantes dos pescadores a demanda dos problemas existentes em cada colônia e o que é necessário. Rodrigues antecipou que o Programa Juro Zero será estendido aos pescadores que poderão fazer empréstimos para aquisição, por exemplo, de equipamentos para projetos de beneficiamento de pescados e pagarem sem juros nenhum.

Segundo Silva, as 36 Colônias existentes no Estado agregam 41mil pescadores associados que possuem 21 mil embarcações são responsáveis pela maior produção de pescados do país. No Morro do Amaral, localidade do encontro, somam 60 pescadores, cujas famílias sobrevivem exclusivamente da atividade. No Nordeste do Estado são cerca de 1.540 pescadores, que possuem 3.400 embarcações e capturam em torno de 4.100 toneladas/mês de pescados. Mas, conforme Ivo da Silva, após a extinção da Associação de Crédito e Assistência Pesqueira de Santa Catarina (Acarpesc) a pesca artesanal ficou abandonada e agora é importante que o Estado participe para evitar que esta atividade desapareça. Ele explica que, os pais (pescadores experientes e que aprenderam com os seus pais) não estão repassando seus conhecimentos aos seus filhos”, revelou. A alternativa será a construção de uma escola de pesca artesanal para ensinar as técnicas de fazer redes, consertar redes, construir uma embarcação, arremessar uma tarrafa, estender uma rede, fazer uma mão de cabo de aço ou uma malha-cavalo (a mais difícil para fazer rede). Silva espera que surja apoio também para projetos de beneficiamento que promete se transformar num grande agregador de valor a produção levando benefícios ao pescador.

Solução para os pescadores

O diretor da Empresa de Pesquisas Agropecuárias e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), o engenheiro agrônomo Onévio Zabout confirmou que depois de um longo período de falta de apoio governamental muitos pescadores artesanais conseguiram se recuperar. Através de linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), mais de mil projetos foram aprovados, com valores na média de R$ 10 mil, totalizando R$ 10 milhões de investimentos. Isso permitiu que muitos pescadores adquirissem embarcações, motores, apetrechos de pesca e outros equipamentos. “O negativo é que muitos ficaram inadimplentes, o que impossibilita de conseguiram serem atendidos novamente”, explicou Zabout. Mas por outro lado, ele enalteceu o surgimento de associações de mulheres que estão trabalhando no beneficiamento do pescado conseguindo agregar valor e aumentar os rendimentos substancialmente, “o peixe antes vendido a R$ 1,00 depois de beneficiado passa a valer R$ 3,00”, disse. Para Zabout, o ideal é que essas associações sejam criadas nas sete colônias de pescadores da região e aumente a renda para os cerca de 3.400 pescadores do litoral do Nordeste do Estado”.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br