• Sessão Especial 29/11/2017
  • Acesse o portal da transparência
  • Sessão Especial 29/11/2017
Blog da LOT

Comissão de Urbanismo cobra melhorias nos terminas de ônibus

Comissão de UrbanismoA Comissão de Urbanismo discutiu hoje os problemas de infraestrutura nos terminais do transporte coletivo urbano de Joinville. Os vereadores convidaram para a reunião representantes da Secretaria de Infraestrurua e das concessionárias Transtusa e Gidion para cobrar-lhes melhorias.

Jaime Evaristo (PSC), presidente da Comissão de Urbanismo, apresentou partes do relatório que está sendo preparado com imagens dos problemas verificados em 10 terminais e estações visitadas neste ano pelos vereadores.

São banheiros com vasos quebrados, sem espelho, sem água, sabonete ou papel higiênico, assentos quebrados nas plataformas, sinalizações apagadas, falta de segurança. Pisos quebrados ou irregulares prejudicam o deslocamento de cadeirantes. Falta de piso tátil é um dos empecilhos para os deficientes visuais. Faltam também faixas de segurança para os pedestres. Foi reportada também a falta de bebedouros e fraldários em alguns terminais.

Por outro lado, os vereadores constataram salas desocupadas em alguns locais. Para Evaristo, nesses locais poderiam ser abertos escritórios regionais para resolver problemas dos cidadãos com a Prefeitura, como questões ligadas a IPTU, por exemplo. “Isso evitaria o deslocamento das pessoas até o Centro da cidade”, justificou.

Reinaldo Gonçalves, integrante do Conselho das Associações de Moradores de Joinville (Comam) reclamou das mudanças de horários sem comunicação prévia aos usuários e do fechamento de terminais nos fins de semana. “Não tem fiscalização da Prefeitura. Quem está pagando por isso é o usuário. As empresas não estão, lamentavelmente, cumprindo os horários de forma rígida”, declarou.

Os vereadores estão fiscalizando também pontos de ônibus. Segundo Evaristo, os usuários do transporte coletivo têm ligado e denunciado as más condições das paradas. “Estamos cobrando as responsabilidades de cada uma das partes, seja Prefeitura, seja empresa concessionária”, assegurou o vereador.

O secretário Romulado França, da Seinfra, justificou ausência na reunião por meio de ofício. Ele informou no documento que o coordenador técnico Luiz Algemiro Cubas Guimarães o representaria na prestação de esclarecimentos aos vereadores. Guimarães, todavia, não compareceu à reunião ocorrida nesta tarde.

O vereador Adilson Girardi (SD), quer que a Prefeitura apresente os documentos referentes às concessões e ao uso das salas comerciais dos terminais. “Quem aluga, quem paga, quem recebe, quem lucra, para onde vai o dinheiro: isso tudo é importante estar claro não só para nós, vereadores, mas para todos os cidadãos”, afirmou.

Rogério Marques da Silva, advogado das empresas de ônibus, disse que a infraestrutura da maior parte das instalações é responsabilidade da Prefeitura. “Mas somos parceiros para melhorar os serviços e somos os maiores interessados neste sentido”, justificou.

Jaime Evaristo destacou que a passagem em Joinville é uma das mais caras do país. “Se eu pago, eu tenho direito de exigir um retorno à altura do que pago”, afirmou.

Mais uma reunião sobre o tema está marcada para o dia 30 de maio, às 15h, na Sala das Comissões, primeiro piso da CVJ. Evaristo disse que cobrará a presença de representantes da Seinfra. Na ocasião, os vereadores devem apresentar o relatório, em versão final, das 10 visitas feitas pela Comissão de Urbanismo a terminais e estações de Joinville, e cobrar os documentos aludidos pelo vereador Adilson Girardi quanto às concessões.

Texto: Jornalimo CVJ, por Felipe Faria. Foto: Sabrina Seibel.>

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br