• Comunicado importante

Lançada 6ª edição do Jovem Autor

Por Sidney Azevedo.

Câmara de Vereadores de Joinville
Mauro Artur Schlieck
A sexta edição do Prêmio Jovem Autor foi lançada nesta quinta (12) no Plenário da Câmara em encontro realizado com diretores de escolas das redes públicas municipais e estaduais e privada de Joinville.

O evento de lançamento foi uma preparação para que escolas e professores possam se organizar para participar do concurso de redação e desenho. Em 2020, o tema é voltado ao meio ambiente: “O lixo e os manguezais”.

O concurso é voltado para estudantes de ensino médio e fundamental e tem como objetivo estimular a leitura, a reflexão crítica e a escrita ou o desenho como formas de expressão e formação de consciência cidadã para uma sociedade melhor.

No ano passado foram 17,6 mil jovens e crianças, de 86 unidades escolares diferentes, participando do prêmio. “Nós gostamos de bater recordes”, observou a coordenadora da Escola do Legislativo, Juliana Filippe, que relembrou que o número do ano passado já superou o das edições anteriores.

“As nossas redes adoram um desafio”, comentou o vereador Roque Mattei, presidente da Comissão de Educação da CVJ, que observou que a educação de Joinville possui bons índices.

Como parte da motivação, os diretores e professores presentes puderam ouvir um vídeo do jornalista Laurentino Gomes, conhecido por produzir uma trilogia de livros sobre história do Brasil no período do império. Ele conheceu o projeto no ano passado e defendeu que ele fosse expandido para todo o país.

A secretária municipal de Educação, Sônia Fachini, por sua vez, focou no trabalho que as escolas mais próximas aos mangues poderão fazer para conscientização de seus alunos e, consequentemente, de suas comunidades.

São cinco categorias nas quais os estudantes poderão concorrer:

Desenho, para alunos de 1º a 3º ano do fundamental;

Carta, para alunos de 4º e 5º ano do fundamental;

Poema, para alunos de 6º e 7º ano do fundamental;

Crônica, para alunos de 8º e 9º ano do fundamental; e

Artigo de opinião, para alunos do ensino médio.

A premiação vai ocorrer em 6 de novembro, quando os três finalistas de cada categoria virão a Câmara para receber seus prêmios. Mas até lá ainda há muita coisa para acontecer.

Se você é professor e diretor de escola, pai ou mãe de estudantes, ou até mesmo alunos das escolas que podem participar, acompanhe o cronograma para não perder a chance de concorrer.

Há duas etapas no concurso. A primeira é chamada de etapa escolar, quando os trabalhos são escolhidos no interior das escolas, e a segunda é a etapa municipal, quando todos os trabalhos vencedores nas escolas concorrem juntos para se tornarem finalistas do prêmio.

A inscrição para a etapa escolar vai de amanhã (13) até o dia 30 de abril as escolas e os professores interessados devem ler o edital do concurso e, cientes das regras de participação, preencher o formulário disponível no site da CVJ. Ambos os formulários tomam poucos minutos para preenchimento.

Relembrando, essa fase de inscrições de escolas e professores vai até o dia 30 de abril.

Esclarecimentos

Alguns esclarecimentos foram feitos hoje, sobre as inscrições, pela coordenadora da Escola do Legislativo, Juliana Filippe: um mesmo professor, que trabalhe com várias turmas, pode se inscrever em várias categorias simultaneamente se assim desejar. Também pode se inscrever por mais de uma escola caso trabalhe em mais de uma unidade. Da mesma forma uma mesma escola pode ter vários professores inscritos na mesma ou em várias categorias diferentes.

Então, uma vez inscritos, os professores e as escolas terão entre 4 de maio e 30 de junho para promoverem as redações e os desenhos e selecionarem os melhores para a etapa municipal. Lembrando que cada escola participante deve criar uma comissão de seleção dos trabalhos. Para cada categoria, apenas um trabalho deve ser escolhido para a etapa municipal.

Esses trabalhos, então, poderão ser inscritos na etapa municipal. Ela vai ocorrer entre os dias 1º e 15 de julho, quando os trabalhos deverão ser trazidos para protocolo na Escola do Legislativo, na CVJ. Para avaliação dos trabalhos a Escola vai compor uma Comissão de Avaliação e Julgamento para análise e classificação dos trabalhos até o final de agosto.

Em 21 de setembro serão conhecidos os três finalistas de cada categoria desta edição. Eles serão os que obtiverem as maiores notas na avaliação da comissão de julgamento. Porém, a ordem dos finalistas só será conhecida no dia da premiação, em 6 de novembro.

Os alunos finalistas ganharão, além da medalha de mérito Herondina Vieira, conforme a ordem de classificação: um notebook 14 polegadas para o primeiro lugar; um tablet 10.1 polegadas para o segundo; e um tablet 7 polegadas para o terceiro.

No caso do vencedor da categoria artigo de opinião, há um prêmio extra que é uma viagem cultural a São Paulo de dois dias, com visita a museus e centros culturais. Esse prêmio também é dado a todos os professores que obtiverem o primeiro lugar em cada uma das categorias. As escolas dos alunos que obtiverem o primeiro lugar também ganham uma TV de 50 polegadas.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br