• Cauduro de Oliveira
  • Sessão Especial 25/09
  • A gente faz
  • Audiência Pública sobre a Cosip
  • Siga a CVJ nas redes sociais
Imprimir
PDF

Vereadores mirins visitam prefeito Udo Döhler

Por Sidney Azevedo.

Câmara de Vereadores de Joinville
Foto de Mauro Arthur Schlieck

Como já fazem há alguns anos, os vereadores mirins de Joinville encontraram-se nesta segunda-feira (1º de julho) o prefeito Udo Döhler (MDB). Na conversa que tiveram com o chefe do Poder Executivo, pediram informações sobre o que falta da ponte do Adhemar Garcia, sobre falta de pediatras na rede municipal de saúde, sobre infraestrutura para esportes em escolas.

Udo também entregou aos mirins as respostas às indicações que eles aprovaram em Plenário na sessão realizada em maio. O presidente da Câmara Mirim, Gabriel Nascimento, recebeu uma cópia impressa do documento após o prefeito ter assinado digitalmente o documento no sistema SEI, assim como fez quando assinou o decreto do estado de emergência em razão das chuvas intensas, na CVJ, no final de abril.

Indicações são documentos por meio dos quais os vereadores, tanto os mirins quanto os adultos, podem apontar situações pontuais que precisam de melhoria na cidade e que podem ser resolvidas de forma administrativa pelo Poder Público.

“Tantas indicações? Não pode ser!”, exclamou Udo, admirado ao ver a pilha de pedidos de um grupo de mirins que está na função há apenas quatro meses. “De março para cá?”, tornou a exclamar, depois de saber que eles não tinham mais do que um ano de mandato.

Os mirins pediam, em geral, melhorias de infraestrutura em suas escolas e no entorno, como a pintura de faixas de pedestre, reforma de quadras de esporte, conserto de buracos de rua e de bocas de lobo.

“Alguns dos [vereadores] adultos até ficariam com inveja de ver essas indicações respondidas na hora”, brincou o presidente da Escola do Legislativo, o vereador James Schroeder (PDT).

Além de James, o presidente da Câmara, o vereador Claudio Aragão (MDB) acompanhou o encontro. Também estiveram na reunião os secretários Sônia Fachini (Educação) e Jalmei Duarte (Governo) e o vice-prefeito Nelson Coelho.

Ponte

Os vereadores mirins prepararam perguntas ao longo da semana para dialogar com o prefeito e alguns deles apresentaram seus questionamentos. O tema da ponte que deve ligar os bairros Adhemar Garcia e Boa Vista é o que dominou o encontro.

A vereadora mirim Maria Leticia de Lara (E. M. Ada Sant’Anna da Silveira, Paranaguamirim) perguntou o que faltava para a realização da obra. Conforme Udo, o processo está estagnado no licenciamento ambiental estadual. Mas antes de chegar nesse ponto, o prefeito explicou resumidamente o processo de obtenção de recursos pelo município, em especial o financiamento de US$ 40 milhões com o Fonplata.

O recurso foi obtido após autorização do Plenário dos vereadores adultos em junho de 2017. O texto ainda precisou de uma autorização posterior do Senado Federal, já que é a União quem dá garantia de empréstimos internacionais feitos por entes federados como os municípios.

O tema da ponte ainda foi retomado uma segunda vez, ao final da reunião, pela conselheira mirim Maria Eduarda Moller da Silva (E. M. Amador Aguiar, Ulysses Guimarães). No ano passado, quando era vereadora mirim, ela já levantou o tema da ponte diante do prefeito e, neste ano, observou que naquela ocasião ouviu de Udo uma afirmação de que assinaria em dez dias documento sobre a ponte.

Udo voltou a explicar mais uma vez o que tinha dito sobre a ponte e para dar uma dimensão da demora do licenciamento, falou sobre os mais de dois anos necessários para o licenciamento que permitiu o início das obras de macrodrenagem da bacia do rio Itaum-Açu pudessem ocorrer. O financiamento da macrodrenagem também ocorreu com dinheiro internacional, desta vez do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e foi na ordem de US$ 70 milhões, autorizados pela CVJ em outubro de 2014.

Pediatras

A primeira a falar do grupo de mirins foi a vereadora Laura Caroline Motta (E. M. Nelson de Miranda Coutinho) e pediu explicação a Udo sobre a falta de pediatras na Unidade de Pronto Atendimento Sul. A mirim já tinha apresentado indicação na sessão da Câmara Mirim de junho sobre o tema e a indicação deve ser respondida por Udo nas próximas semanas.

O prefeito explicou que o número de pediatras é baixo pela falta de oferta de profissionais especializados no ramo. Então a Prefeitura concentrou os pediatras em uma mesma unidade, sendo que as crianças, nas demais unidades, são atendidas inicialmente por clínicos gerais e depois encaminhados para o tratamento especializado, inclusive no Hospital Infantil.

Quadra

Já o vereador mirim Luiz Vinicio Zanca recebeu uma resposta positiva para sua escola, a Padre Valente Simioni, da rede municipal, no Iririú. Ele pediu novas redes para as traves da quadra e equipamentos para tênis de mesa, além de outros itens específicos para prática de esportes. A secretária de Educação, Sônia Fachini, assegurou que esses itens deverão estar disponíveis na escola nesta semana e momentos depois falou com o mirim para explicar que já acionou subordinados para atender à demanda que Zanca apresentou.

Ao reproduzir nossas informações, pedimos a gentileza de citar como fonte "Divisão de Jornalismo CVJ". Acompanhe nossas notícias aqui no site e em facebook.com/cvjtv.

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou uma mensagem no WhatsApp (47) 98873-7517.
 

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br