• A gente faz
  • Siga a CVJ nas redes sociais
  • Audiência Pública
Imprimir
PDF

Saúde: 222 mil exames e 4,7 mil consultas em quatro meses

Por Sidney Azevedo.

Câmara de Vereadores de Joinville
Foto de Mauro Arthur Schlieck

A Secretaria de Saúde municipal apresentou nesta quarta-feira (29) a prestação de contas de seus trabalhos no primeiro quadrimestre deste ano. O período é o que vai de janeiro a abril e a prestação de contas sobre aspectos tanto financeiros quanto do próprio serviço de saúde, incluindo dados como o número de exames, consultas e cirurgias realizados pela rede pública de Joinville.

Essas apresentações devem ser realizadas pelos órgãos de saúde do Poder Executivo a cada quatro meses, em finais de maio, setembro e fevereiro, avaliando o andamento do trabalho. A obrigação está na Lei Complementar Federal 141/2012. Destacamos alguns dos dados da apresentação aqui.

No período entre janeiro e abril foram realizados um total de 222 mil exames, além de 4,7 mil cirurgias. Nos PAs da cidade, 149 mil consultas foram realizadas. No pronto socorro do São José, 22 mil são realizadas. Outras 25 mil são realizadas por especialistas, sendo que 38% são no campo da traumatologia, isto é, principalmente acidentes que resultem em fraturas.

Vacinação

Foram imunizados contra a febre amarela 270,2 mil joinvilenses. O número corresponde a 57,1% da meta pretendida pela Secretaria de Saúde. Ainda no campo da vacinação, a Secretaria afirmou que todas as crianças de Joinville, no período, recebem as vacinas de acordo com o calendário nacional. Entre as vacinas estão a pentavalente, a pneumocócica, a tríplice viral e a contra poliomielite.

Focos de Aedes

A Vigilância Sanitária de Joinville localizou 1.368 focos de mosquito da dengue entre janeiro e abril. O número representa uma alta de 69% em relação aos 807 observados em todo o ano de 2018. No primeiro quadrimestre de 2019, também houve seis casos confirmados da doença. Os bairros infestados são Boa Vista, Fátima, Itaum, Bucarein e Jarivatuba. A Secretaria defende que a população de Joinville também tome ações para diminuir o número de focos de dengue na cidade.

Despesas

A despesa média em saúde por habitante em Joinville entre janeiro e abril deste ano foi de R$ 369,53. Nesse período foram destinados à saúde R$ 215 milhões. Desse valor, pouco mais de 64% foi encaminhado para assistência hospitalar e ambulatorial, o que inclui, além das despesas com o Hospital Municipal São José (HMSJ), serviços ligados à urgência e emergência, como o das unidades de pronto atendimento.

A segunda maior fatia é a destinada à atenção básica, com 23,65% das despesas em saúde. Na atenção básica entram principalmente os postos de saúde (unidades básicas de saúde). No campo da atenção básica, em especial, a Secretaria estima que as faltas a consultas em postinhos custem R$ 6,4 milhões. Em média 18,8% dos pacientes faltam.

Os gastos com remédios foram de pouco mais que R$ 10,16 milhões. Os que mais são distribuídos pela Secretaria de Saúde são direcionados ao tratamento de hipertensão, diabetes, colesterol e depressão. Além disso, há pelo menos 13 mil joinvilenses que usam cinco ou mais remédios simultaneamente.

Ao reproduzir nossas informações, pedimos a gentileza de citar como fonte "Divisão de Jornalismo CVJ". Acompanhe nossas notícias aqui no site e em facebook.com/cvjtv.

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou uma mensagem no WhatsApp (47) 98873-7517.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br