Por conta do avanço abrupto da COVID-19, a partir de 1º de março, o acesso do público às reuniões de comissões e às sessões está suspenso.
  • Prêmio Jovem Autor 2021
  • Mil de Nós
  • Audiência Pública 
  • Dia das Mães
Imprimir
PDF

Vereador mais jovem, Lucas Souza começou na Câmara Mirim

Publicado em Notícias - Vereadores

Lucas Souza

O vereador Lucas Pereira de Souza é natural de Joinville, tem 27 anos, é técnico em edificações e falta pouco para ter o diploma de engenheiro civil. Morador do bairro Jarivatuba, Lucas é o mais jovem dentre os vereadores da 19ª Legislatura e é o primeiro parlamentar que volta à Casa depois de participar de atividades da Câmara Mirim. Ele estudou em escolas públicas e na graduação se tornou presidente do Diretório Central dos Estudantes da Univille, experiência que o marcou e motivou a entrar na política institucional.

Educação é a principal bandeira do vereador do PDT, ao lado da geração de oportunidades para a juventude e da promoção do esporte. Na área da educação, o vereador defende a implementação de contraturno nas escolas da cidade e a ampliação de vagas em creches. Sobre a juventude, o vereador destaca que quer propor um mecanismo de geração de vagas de estágio que tenha o poder público como ator central.

Quanto à atuação como vereador, Lucas está consciente de que há limites à ação do parlamentar e que, por isso, é necessário cobrar da Prefeitura ações que só podem ser realizadas pelo Poder Executivo.

Para ele, um desses casos é o da ampliação de vagas de creches, que "dependem menos da criação de novas leis e mais da implementação das já existentes pela vontade do Poder Executivo". Nessa direção, Lucas entende ser vital que o Legislativo seja independente.

Sobre esse tópico, aliás, o mais jovem dos vereadores diz que a coisa que mais ouviu na campanha, das pessoas que visitou, é que a Legislatura anterior era muito distante da população.“Perceber a falta de propositividade” foi, segundo Lucas, o principal motivo para se candidatar.

Tribuna Livre e Alesc

Em agosto de 2018, Lucas esteve na Tribuna Livre da Câmara. Ele defendeu, como presidente do DCE da Univille, que o governo estadual desistisse de alterar os percentuais definidos na Constituição de Santa Catarina para as bolsas nos artigos 170 e 171. Além das vindas à Câmara, o agora vereador esteve em audiências públicas realizadas pela Assembleia Legislativa para cobrar diretamente dos deputados a rejeição da proposta. O texto acabou arquivado na virada da Legislatura estadual.

A proposta previa a redução gradual da diferença do percentual de distribuição entre as fundações educacionais (também conhecidas como faculdades ou universidades comunitárias) e as faculdades privadas, aumentando o percentual destinado a estas últimas (atualmente em 10%, para 50%). Segundo Lucas, na ocasião, 300 das bolsas recebidas pela Univille poderiam ser perdidas.

Ainda sobre essas bolsas, Lucas conta que, a partir da experiência no DCE da Univille, pôde liderar a organização estudantil pela ampliação do número de alunos beneficiados pelo Uniedu de 12 mil para 31 mil. Uniedu é o Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina, distribuídas conforme os artigos constitucionais.

Essas bolsas, para quem não as conhece, destinam ao menos 5% do mínimo constitucional que o estado deve investir em educação para que sejam disponibilizadas bolsas a estudantes em vulnerabilidade econômica ou pessoas com deficiência que estudam nas universidades e faculdades comunitárias ou privadas de Santa Catarina, em alguns casos cobrando contrapartidas dos alunos como a elaboração de artigos científicos.

Campanha

A pandemia foi a principal dificuldade encontrada pela campanha de Lucas. “Em outros tempos, você faria reuniões com 50 pessoas”, explicou, “mas isso não foi possível agora”. Ele conta que visitou 1,2 mil casas, seguindo as regras de distanciamento, onde coletou ideias para seu mandato. Ele obteve 2.311 votos.

“Nada substitui o olho no olho”, afirma. E, para manter essa proximidade à população, o vereador vai manter um gabinete itinerante, em uma Kombi toda personalizada, que já é possível ser vista no estaciobnamento da Câmara e que ele deverá usar para, ao menos uma vez na semana, fiscalizar ações do município nos bairros.

Texto
Sidney Azevedo
Foto
Mauro Arthur Schlieck
Edição
Felipe Faria

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br