• Sessão Especial de junho
  • Sessão Solene
  • Sessão Especial de julho 
  • AP
  • Siga a CVJ nas redes sociais
  • A gente faz
Imprimir
PDF

Seminário da Água: a importância do consumo racional impulsiona debates

Por Ana Maria A. de Carvalho.

 

Com a presença de vereadores, estudantes, engenheiros envolvidos com a gestão da água, técnicos do setor de água e saneamento básico, iniciou nesta quinta-feira (dia 26) o “Seminário Água: os desafios para enfrentar a escassez em Joinville”, organizado pela Escola do Legislativo, da Câmara de Vereadores de Joinville. O evento prossegue até sexta-feira (dia 27).

O objetivo do evento é de promover espaço para que a sociedade conheça as alternativas de gestão de recursos hídricos de acordo com a sustentabilidade da região de Joinville, além de debater temáticas sobre a preservação, valorização e utilização dos recursos hídricos de Joinville.

“Este é um momento propício para falar sobre a escassez da água, principalmente na nossa cidade e região. Observamos que diversos locais estão sofrendo com a falta de água. Precisamos cuidar de nossos mananciais para termos água para as gerações futuras”, destaca o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Rodrigo Fachini.

Já presidente da Escola do Legislativo, vereador Levi Rioschi, destacou a ação organizada pela Câmara, que pretende despertar nas pessoas para a racionalidade do uso da água. “Joinville possui muitos recursos naturais que precisam ser preservados. Este debate serve exatamente para conscientizar a comunidade”, informa.

O proponente do seminário, vereador Fábio Dalonso, comentou que no final deste evento será elaborado uma Carta contendo as ações que precisam ser feitas para a preservação. “Sem dúvida, o discurso de sustentabilidade é um desafio que temos que buscar. Precisamos focar na sustentabilidade ambiental, econômica e social”, frisa Dalonso.

Representando a Prefeitura, o secretário de Meio Ambiente e presidente do Condema, Juarez Tirelli, enalteceu a realização do evento e colocou a secretaria à disposição.

Também estavam presentes o vereador James Schroder; presidentes da Companhia Águas de Joinville e AMAE, respectivamente, Roberto Luiz Carneiro e Marcos Krelling; coordenador regional da Fatma, José Cabral; representante da SDR-Joinville, Natanael Rocha; representante do Instituto Viva Cidade (IVC), Mauro Ronchi, e coordenador da Defesa Civil - Regional Joinville, Edival Pereira.

Palestra de abertura

A palestra de abertura foi ministrada pelo coronel Luiz Armando Schroeder Reis, que abordou o tema: “Água como fator de desenvolvimento e a importância de sua proteção”.

Em sua explanação, ele relatou que o Brasil tem 12% das reservas de água doce do mundo. “Por este motivo, o Brasil é tão visado quando fala-se em água. Interessante que 55% da população brasileira não tem água tratada nem saneamento básico. Isso é muito triste”, afirma o coronel.

Durante quase duas horas de palestra, ele argumentou que a preservação envolve uma série de fatores: gestão, sustentabilidade, poluição (lixo), energia renovável, ecologia e meio ambiente.

Em sua apresentação por slides, o coronel Luiz Armando citou vários bons e maus exemplos, como a recuperação do rio Tâmisa, que foi limpo para os jogos Olímpicos em 2012; o lado bom e ruim do Rio Tietê (que significa “água limpa”), além da Baía de Guanabara e rio São Francisco, na região Nordeste. Também falou das regiões que sofrem com a falta de água, dos desertos, das guerras da água na África e outras situações envolvendo a disputa pela água.

O coronel conclui sua palestra alertando: “O futuro é incerto. Quem o escreve são as gerações que vivem o presente”.

Carta das Águas

Ao final do evento, os participantes vão elaborar um documento com sugestões e intenções a ser enviado às instituições responsáveis pela gestão municipal da água e às entidades da sociedade civil. A “Carta das Águas” poderá ser um alerta ao município.

 

Crédito: Sabrina Seibel

 

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br