• Sessão Especial
  • República
  • WhatsApp
  • 150 anos
  • Sessão Solene
  • Audiência Pública
Imprimir
PDF

Bullying não é "mimimi" e deixa cicatrizes, diz escritora

Por Jeferson Luis dos Santos.

Tribuna Livre
Foto de Nilson Bastian

A escritora e ativista social Vanessa Bencz esteve na tribuna livre da sessão ordinária desta quarta (17) para falar do Dia Mundial de Combate ao Bullying, no próximo sábado (20). Autora de cinco livros e com mais de 1.200 palestras no currículo, ela falou na tribuna livre em espaço solicitado pela Frente de Ação pelos Direitos dos Animais (Frada).

A jornalista lembrou o suicídio de um jovem de 14 anos, há poucos dias, em Joinville. Ele era depressivo. Vanessa pediu para que os vereadores e a população sejam aliados para prevenir casos como esse.

Para a escritora, isso poderia ter sido evitado pela sociedade e vai deixar “cicatrizes” na família e nos colegas do jovem, criando um “círculo de tristeza”. Segundo Vanessa, pessoas espalhavam mentiras e faziam bullying com este jovem mesmo após a morte dele. Ela lamentou que havia espectadores que recebiam e compartilhavam tais informações falsas.

Em entrevista à CVJ TV, Vanessa disse que pessoas consideram o bullying “mimimi ou frescura”, mas cobrou que isso seja tratado com respeito, principalmente nas escolas, onde é possível formar leitores mais responsáveis, que vão saber quando não compartilhar notícias falsas.


Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma sugestão, crítica ou correção sobre esta matéria, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou uma mensagem no WhatsApp (47) 98873-7517.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br