• Eleições Câmara Mirim
  • Siga a CVJ nas redes sociais
  • Sessão Especial 26/02

Greve dos professores estaduais chega ao legislativo

Professores da rede estadual de educação de Santa Catarina lotaram o plenarinho da Câmara de Vereadores para reivindicar o piso nacional e a valorização da categoria. O encontro ocorreu nesta tarde, em audiência pública solicitada pelo vereador Adilson Mariano. Também participaram do encontro os vereadores Maurício Peixer, Dalila Leal e Alodir Cristo.

Na mesa de discussões, os professores foram representados pela presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte), Clarice Elbredt. O Sinte lamenta a falta de diálogo com o governo do Estado e a desvalorização da categoria ao longo dos anos. Além do piso salarial, considerado um dos mais baixos do Brasil, os professores reclamam da falta de concurso público, que não é realizado há seis anos e a falta de infraestrutura nas escolas estaduais de Joinville.

Evelise Fátima Martins, representando a Gerência de Educação do Estado (Gered), parabenizou a organização do movimento grevista. Ela considera a luta dos professores uma causa justa. Mesma linha de raciocínio dos vereadores, que consideram a reposição salarial um direito constitucional. Os vereadores lamentam a falta de entendimento entre o magistério e Estado. A greve dos professores estaduais somada a greve dos servidores públicos municipais afeta a cidade, prejudicando inúmeros joinvilenses. Os vereadores se colocaram à disposição e pediram a atenção dos deputados catarinenses na Assembleia para uma solução ao impasse.{jcomments on}

Fotos: Sabrina Seibel

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br