Imprimir
    PDF

    Vereadores repercutem caso de racismo contra vereadora eleita

    Publicado em Notícias - Comissões

    Câmara de Vereadores de Joinville

    Na sessão desta quarta-feira (18) vereadores manifestaram posicionamento em defesa da vereadora eleita Ana Lúcia Martins (PT), que deve tomar posse do cargo no início do ano que vem com a 19ª Legislatura. Ana será a primeira vereadora negra de Joinville e, mesmo antes do anúncio do resultado final das eleições, sofreu ameaça de morte e ataque racista em redes sociais por meio de perfil anônimo.

    Em publicação feita na página de outra candidata a vereadora, no Twitter, o autor das publicações se identificou como integrante de grupo de “jovens hitleristas”. Ana Lúcia afirmou já ter acionado os órgãos competentes para investigar as ameaças, bem como a invasão que ocorreu nas suas redes sociais, das quais já recuperou o acesso.

    O primeiro parlamentar a se manifestar a favor da vereadora em sessão foi Adilson Girardi (MDB). O vereador realçou que 18 de novembro é o Dia Mundial de Combate ao Racismo e afirmou que “não tem mais cabimento no mundo de hoje atos de racismo como aquele que foi praticado contra a vereadora eleita”. Presidente da Câmara, o vereador Claudio Aragão (MDB), afirmou que a vereadora será muito bem-vinda na Casa e que ela terá o apoio do Poder Legislativo.

    O vereador Maurício Peixer (PL) afirmou, como líder do partido, que apesar de divergências ideológicas que entende que deverão se colocar nos debates no próximo ano entre ele e Ana, a discussão deve ser republicana e democrática. Peixer afirmou que a ameaça ocorrida é um crime e que o autor deve ser localizado por meio do IP utilizado para o ataque. “Nós não podemos mais tolerar esse tipo de crime contra pessoa, partido e raça, ideologia inclusive. Temos que respeitar a todos”, afirmou.

    Em Joinville, o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial repudiou o ataque por meio da seguinte nota, coassinada pelo presidente, Cleiton José Barbosa, e a vice, Ana Paula Nunes Chaves:

    “O COMPIR - Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial - vem a público REPUDIAR as injúrias raciais cometidas contra a recém-eleita vereadora Ana Lúcia Martins, que no dia 15/11, alcançou com muita luta, a posição da primeira mulher preta, eleita DEMOCRATICAMENTE como vereadora na Cidade de Joinville. Nesse sentido, o COMPIR pede RESPEITO a essa notória cidadã, que atingiu um marco histórico, e que por esse motivo causa desconforto em uma parcela da sociedade - que outrora veladamente, mas agora abertamente pelos meios virtuais - luta para rebaixar a população negra que por mais de 300 anos foi tratada como mercadoria e que mesmo após a sua "liberdade" continua lutando pelo merecido espaço social. Sendo parte dessa luta, o COMPIR se compromete em acompanhar e denunciar a nível federal esses sujeitos (pseudos formadores de opiniões) que estão se opondo a igualdade racial, na tentativa de novamente jogar o povo preto para senzala. TEMOS POR CERTO QUE NÃO CONSEGUIRÃO E DECLARAMOS PARA QUE TODOS SAIBAM QUE ANA LÚCIA MARTINS É UM ORGULHO PARA O POVO PRETO DE JOINVILLE!”

    Ainda no âmbito municipal, a vereadora eleita recebeu apoio de movimentos de luta pelos direitos humanos como o CDH Maria da Graça Bráz, e de associações como o Movimento Negro Maria Laura e o Coletivo Ashanti.

    O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) também emitiu nota em apoio a Ana Lúcia. As direções municipal, estadual e nacional do PT, também se manifestaram em apoio vereadora eleita.

    Atores da esfera política da cidade, do estado e até do país também dedicaram mensagens de apoio. O jornalista Marco Aurélio Braga afirmou que “a representatividade é fundamental para todos nós negros”. Braga coordenou a campanha do candidato a prefeito Fernando Krelling (MDB). Também houve notas de repúdio ao ataque racista feita pelo vereador eleito Alisson Júlio (Novo).

    A vereadora eleita de Florianópolis Carla Ayres (PT) também manifestou solidariedade a Ana Lúcia, bem como o candidato a prefeito da capital Elson Pereira (Psol). Entre as vozes nacionais está a do candidato a prefeito de São Paulo, Jilmar Tatto (PT).

    Portal da Transparência

    Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

    transparencia@cvj.sc.gov.br