• A gente faz
  • Consulta Pública
  • Sessão Especial
  • Siga a CVJ nas redes sociais
  • Sessão Solene
Imprimir
PDF

Vereador propõe programa de apoio psicológico a alunos do município

Por Jornalismo CVJ.

Câmara de Vereadores de Joinville
Foto de Mauro Arthur Schlieck

A Comissão de Saúde debateu nesta quarta-feira (11) o Projeto de Lei nº 433/2017, de autoria do vereador Rodrigo Fachini (MDB), que prevê a criação de um programa de acompanhamento psicológico e assistência social na rede municipal de ensino.

A coordenadora da equipe multidisciplinar do Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, Daniela Scaini, apresentou números do atendimento em 2018. Ela explicou que foram realizadas 285 internações e, destas, 137 ocorrem por ideação de suicídio. Desse total de internações, 48,1% são crianças e adolescente de Joinville. Também disse que a média de idade dos pacientes que tentam suicídio vem diminuindo e que acontece inclusive com crianças de seis anos.

Segundo a terapeuta ocupacional da unidade, Larissa Sants, 90% das crianças dizem não querer morrer, apenas acabar com o sofrimento. Elas acabam buscando a automutilação como solução. Também falou que além da preocupação com os pacientes, a equipe se preocupa com os profissionais que atuam nas escolas e com as dificuldades que os professores têm em lidar com assuntos emocionais das crianças.

Família e escola

“O nosso objetivo com esse projeto é dar suporte psicológico e de assistência social às famílias, alunos e funcionários, buscando a fonte geradora desse grave problema emocional que atinge nossas crianças e adolescentes. E assim, também prepararmos nossos profissionais para perceber de uma forma diferente os nossos alunos”, defende Fachini.

A assistente social do hospital, Mari Sattes, contou que um dos problemas que a unidade de saúde percebeu é o suporte que os pacientes recebem no pós-internação. É que, segundo ela, existe um "desespero" da escola, que não sabe como tratar a criança no contexto educacional.

Por outro lado, a diretora-executiva da Secretaria da Educação, Vanessa Melo Randig, diz que o município se preocupa com a qualificação dos professores e com dos estudantes. Por isso, afirmou Vanessa, o município conta com diversos programas para auxiliar as crianças e os profissionais da educação.

O diretor-executivo da assistência social, Fábio Duarte, afirmou que a rede municipal possui um trabalho de preparo com os professores, orientadores, diretores e auxiliares de educação, para que eles possam fazer o diagnósticos adequado e também o encaminhamento devido com crianças que necessitem.

Agora o projeto será analisado pelo vereador Adilson Girardi (SD), que é o relator da proposta na comissão.

Reportagem de Julia Venturi, estagiária de jornalismo, com orientação de Carlos Henrique Braga, chefe do Jornalismo CVJ.

Ao reproduzir nossas informações, pedimos a gentileza de citar como fonte "Divisão de Jornalismo CVJ". Acompanhe nossas notícias aqui no site e em facebook.com/cvjtv.

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou uma mensagem no WhatsApp (47) 98873-7517.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br