• Caminhos de Joinville
  • WhatsApp
Imprimir
PDF

Cidadania discute violência e exploração financeira de idosos

Por Felipe Faria.

A coordenadora da Assessoria à Média Complexidade da SAS, Rute Bittencourt, afirmou que o Disque 100 — número que funciona em todo o território nacional para denúncias de violações de direitos humanos — recebe em Joinville denúncias de casos de violência contra idosos, inclusive de abuso financeiro.

A sociedade ainda não está preparada para o número de idosos que é cada vez mais crescente. A violência pode ser psicológica, física, negligência e exploração econômica do idoso (Rute Bittencourt).

A conselheira do Comdi Susana Staats afirmou que o tempo de espera entre uma denúncia de abandono ou violência e o atendimento dela é de aproximadamente nove meses. Para o conselheiro Sérgio Duprat, é preciso "entender o que é envelhecer". O principal problema é o abandono social (Duprat).

Cidadania vai fazer um requerimento à Secretaria de Saúde para informações sobre o número de atendimentos a idosos.

Conferência e diagnóstico

Susana Staats destacou que está prevista para 2019 a realização de uma conferência municipal para debater os direitos dos idosos e que já existem recursos para elaborar um diagnóstico social para eles. A Resolução nº 24/2018 do Comdi, publicada no último dia 20, indicou os conselheiros que integram comissões temporárias responsáveis pela conferência e pelo diagnóstico.

Reportagem: Marina Bosio, com edição de Carlos Henrique Braga e Felipe Faria.

 

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br