• Siga a CVJ nas redes sociais
  • Sessão Especial de julho 
  • A gente faz
  • AP
  • Sessão Especial de junho
  • Sessão Solene
Imprimir
PDF

Festa da Solidariedade ganha o apoio da Câmara

Como não pode contribuir financeiramente, a Câmara de Vereadores, através do seu presidente, vereador Odir Nunes, garantiu a divulgação da Festa da Solidariedade em todos os meios de comunicação disponíveis do poder legislativo. A festa, organizada pela Ajos (Associação Joinvilense de Organizações Sociais) ocorrerá entre os dias 27 e 29 de maio, tendo o início numa sexta-feira e o término no domingo. O apoio da Câmara a entidade, que tem mais de 40 entidades associadas, ocorreu na tarde desta quarta-feira, dia 16, no gabinete da presidência. A convite do vereador Odir Nunes, Amanda Pickler, presidente da entidade e Deneusa Rodrigues, vice-presidente, expuseram a complexidade que é a organização do evento e a necessidade de patrocinadores. Odir reafirmou o compromisso de ajudar no que for possível a Ajos, em especial na divulgação. “Como não podemos contribuir com dinheiro, nos colocamos à disposição para divulgar a festa em todos os meios de comunicação, inclusive na tribuna livre”, ressaltou o presidente. Além dos meios de comunicação disponibilizados pelo legislativo, Odir pretende informar a realização do evento através das rádios comunitárias.

Para Amanda, o grande atrativo do evento são as apresentações culturais e as bandas locais que se apresentam. Toda a organização gera custos, desde a limpeza até a decoração, explica Amanda. A preocupação das organizadoras do evento é assegurar aos joinvilenses uma festa de qualidade, e para isto, buscam o incentivo da comunidade, do setor público e privado. Amanda reforça que a prefeitura disponibilizou o Megacentro Wittich Freitag, localizado no complexo da Expoville. Para ela, a atitude do Executivo é nobre, mas insuficiente. Nas contas da organização, toda a logística envolvida consome em média R$ 300 mil.

Mesmo com a falta de patrocínio, Amanda e Deneusa têm a esperança de contar com o aporte de R$ 200 mil do governo do Estado. Odir se colocou à disposição para acompanhar as representantes da instituição na reunião que será realizada em Florianópolis para tratar do assunto. Outro mecanismo utilizado para angariar recursos são as vendas dos “votos da rainha”. Os votos são pequenos blocos com 50 unidades cada, todos numerados, como um “ticket”. Com ele em mãos, o comprador participa dos sorteios realizados durante o evento. Cada unidade do bloco é vendido por R$ 5 e a entidade que vender mais blocos elege sua representante a rainha do evento. O estacionamento no dia do evento também é de responsabilidade das entidades associadas. A entrada no estacionado custa R$ 5.{jcomments on}

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br